Doenças profissionais em TPD e como prevení-las - Oftalmológica -5    

Imprimir

Oftalmologistas como MONTENEGRO(2003)11 não deixam de citar o número bastante expressivo de TPDs e cirurgiões-dentistas que, com lascas,espículas, restos de metais /gesso/resina nos seus olhos , os procuram para obter um alívio em seu sofrimento.
Outro ponto crítico são aqueles profissionais que usam óculos, mas que não consultam oftalmologistas regularmente para ver como estão funcionando .O Dr. Montenegro nos explica que estas profissões se focam em pontos muito pequenos de trabalho, por isto há uma exigência extra do sistema ocular. Uma lente bem balanceada permite um trabalho adequado e dá o conforto visual necessário para profissões de grande esforço e evita a “conhecida” dor de cabeça de final do expediente ,um claro sinal também de problemas visuais. Os casos mais freqüentes são de corpos estranhos que penetram no globo ocular, com gravidade de acordo com tamanho,forma e velocidade(pelos motores que usamos)em que lá se instalam. O conselho mais importante do Dr. Montenegro é não esfregar os olhos, ou jogar jatos de ar e água para remover os restos .Indica, isto sim, pingar gotas de um colírio analgésico(Outro item para os estojos de pronto-socorro que deveriam existir em laboratórios de prótese-mas cuidado para não estar vencido,quando for a sua vez de usar) e procurar um oftalmologista com urgência. Esfregar ou jogar ar/água pode levar o material para porções mais profundas do olho ,causando lesões mais sérias e incômodos ainda maiores .
Um outro acidente passível de ocorrer na região ocular são as queimaduras na córnea/cristalino causadas por ceras plastificadas, ligas derretidas,vapores de alta temperatura,nas limpezas de muflas ,e gotas de ácidos,dentre outros procedimentos. Para a maioria dos acidentes oftalmológicos a recomendação é o uso- constante- de um óculos de proteção com abas laterais ( e não aquele de armação normal sem lentes corretivas).
         À exemplo das indústrias, nossos óculos de proteção devem ter abas laterais-que se estendem até próximo dos ouvidos, para impedir que restos ricocheteantes de material(em alta velocidade,pelo uso de motores ou centrífugas) entrem pela lateral dos óculos e atinjam nosso rosto/olhos. 
Para os que já usam óculos com grau, é preciso fazer uma armação específica para este fim de proteção máxima, em óticas especializadas ou em lojas que vendem materiais para proteção industrial,normalmente de conhecimento das CIPAs das fábricas e encontráveis nas “páginas amarelas” sob o título: “equipamentos para segurança industrial” ou semelhantes. Você verá que o custo é bem mais baixo que os de dentais e nestes locais você também encontrará as máscaras de maior filtragem(que falamos de doenças respiratórias e são importantíssimas ) e os protetores auriculares(que falaremos adiante). 

Para o pessoal de fundição e soldagem, além de uma sala separada para trabalho (como são planejadas nos projetos modernos de laboratórios),com renovação de ar eficiente, é vital o uso daqueles protetores visuais grandes de aço/metal( e não apenas os óculos redondos pequenos que cobrem os olhos),,pois o risco de acidentes é real.Além disto um avental grosso de couro ajuda a lhe proteger quando da soltura de anéis das centrífugas.As modernas centrífugas existentes no mercado têm maior segurança no que consta à soltura dos anéis no momento da fundição.
             No manuseio de Jatos de areia,alumínio e vapor , o uso constante de óculos de proteção eficientes se faz necessário,face à real possibilidade de restos poderem adentrar em seus olhos.
O pessoal de usinagem, polimento, especialmente com o uso de motores de maior velocidade para armações de cromo-cobalto/titânio, devem estar sempre bem protegidos- inclusive o rosto- de restos,pedaços de metal que são normais de acontecer e que podem causar as terríveis lesões perfurantes no globo ocular que podem levar à cegueira parcial ou total ,tornando sua vida profissional bem mais difícil e menos produtiva( que significa menos rendimentos...).Os motores devem ter proteção própria de vidro, que costuma vir de fábrica,mas precisa estar presente nos dias atuais....
As soldadoras a laser obrigam a uso de óculos especiais que deve sempre estar bem conservado.
Um problema ocular lento, que vai minando sua capacidade de trabalho, é a iluminação inadequada da bancada de trabalho, muitas vezes esquecida pelo profissional ávido de trabalhar.. O ideal é o uso de lâmpadas frias, em abajures com pescoço móvel sob sua bancada,mas jamais confiar apenas nas lâmpadas do teto. Os que trabalham nos detalhes - enceramento ,polimento,escultura, PRECISAM de boa iluminação.E fria.
 

No mercado têm sido lançadas muitas lâmpadas novas - dicróicas, de vapores , econômicas- que podem ser muito boas para lojas ou para gastar menos dinheiro em residências, mas não são adequadas para o trabalho diário com prótese dentária. As duas primeiras esquentam o ambiente e tornam difícil o nosso dia-a-dia e não deveriam ser usadas nem para iluminação geral dos laboratórios.As lâmpadas poupadoras de energia não têm quantidade de lumens (intensidade de luz)- e de definição de cor- que precisamos para realizar nossos trabalhos com conforto ocular mínimo e certeza de bons resultados estéticos.

Para o quesito cor, especialmente para os que trabalham diretamente em estética, as grandes empresas fornecedoras de lâmpadas (Philips,Osram,Sylvania,GE) possuem serviços de engenharia de luz,que dão toda a assessoria necessária, com as tradicionais lâmpadas fluorescentes frias , de montar um sistema de iluminação perfeito para o nosso trabalho,pois existem diversas nuances de luzes tubulares que pouco conhecemos. Vale a pena um telefonema para seus Serviços de Atendimento ao Cliente, para posterior contato com a Engenharia de Iluminação destes fabricantes.Você se surpreenderá !

Mas mesmo com tudo isto bem montado, é preciso dar descanso periódico à vista (para nós que trabalhamos com foco tão diminuto) e os intervalos propostos em doenças de posicionamento têm ,por este novo motivo, mais uma razão para ocorrerem.

Nunca se esqueça que os acidentes só ocorrem porque “relaxamos a guarda” e tenha em mente que para qualquer procedimento no laboratório, você deve estar com óculos de proteção eficiente e devidamente paramentado( em fundição e contra doenças infecciosas e dermatológicas ,adiante no capítulo)
Use a máxima das Comissões Internas de Prevenção de Acidentes(CIPA) das indústrias :“NUNCA PENSE QUE NÃO IRÁ ACONTECER COM VOCÊ”